In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player
0
0
0
s2sdefault

O canal Cidadania Estação Digital de Dores do Indaiá/MG, vem a público dar publicidade a seu conteúdo, entidade sem fins lucrativos, cujo objetivo é promover inclusão digital e internet gratuita para a comunidade, prestar serviços e atendimentos gratuitos na área social, educacional, cultural, saúde, ambiental, beneficente e profissionalizante a qualquer pessoa, sem preconceito de origem, raça, sexo, cor, idade, credo e religião, cujos associados são alunos/estudantes de escolas públicas municipais, privadas e estaduais, maiores e capazes e os menores desde que representados pelos pais, professores de um modo geral, representante de igreja, representante de centros de assistência social e pessoas da comunidade em geral, apresenta Boletim Informativo da Assistência Social.

Sandra Ferreira Gomes
Presidente da Estação Digital
Presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Dores do Indaiá/MG.

05/01/2017

 

revista pc29

 

29ª edição do “Páginas Cidadãs”. Este que é um Boletim Informativo de Assistência Social produzido pelo Instituto dos Missionários Sacramentinos de Nossa Senhora. O boletim tem a finalidade de levar conhecimento às entidades e aos usuários da assistência social.
Nesta edição a MATÉRIA ESPECIAL traz uma entrevista com o cientista político e escritor, Prof. Leonardo Avritzer que discorre sobre a crise democrática no Brasil e questões como o processo do Impeachment da Presidente Dilma Rousseff, sobre os 13 anos do Governo do PT, da incredulidade da população nos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, bem como a ‘cultura’ da corrupção que assola o Brasil.

Leia e divulgue essas informações.

 

* CLIQUE NA REVISTA PARA FAZER O DOWNLOAD

 

 

 

AINDA NESTA EDIÇÃO:
· Conferência Nacional de Assistência Social
· Curso sobre MROSC
· A associação Estação Cultura Social e Inclusão Digital
· Doações de recursos e a Lei 13.019/2014
· Fórum Permanente de Entidades
· Resolução visa fortalecer URCMAS
· Resolução do CNAS sobre a Lei 13.019/2014
· Programa Conta com a Gente
Boa leitura!

Júlio César de Oliveira Brum
Coordenador de Projetos Sociais
Instituto dos Missionários Sacramentinos de Nossa Senhora

0
0
0
s2sdefault

confraternizacao 23

QUERIDA (O) ALUNA (O)

O ano está findando, tudo que fazemos no momento é agradecer a Deus por realizar nossa vontade de compartilhar com você grandes momentos de aprendizagens e emoções. Amamos muito você, que continue enchendo nosso coração de alegria como foi  nossa convivência durante o ano de 2016. Que venha 2017 cheio de realizações, paz, e prosperidades!

Cardápio - Arroz com frango/tutu/vinagrete e muito refrigerante... Uma delícia.

Feliz Natal e um Próspero Ano Novo!
De Associação Estação Cultura Social e inclusão Digital

31/12/2016

 

 

0
0
0
s2sdefault
Aula de Informática

Atividades Socioeducativas em Estação Digital Residencial Santa Cruz de Dores do Indaiá com aulas de digitação curso básico e esporte.

"Sabe-se que o Educador Social é o profissional que tem um olhar diferenciado ante as circunstâncias que lhe são apresentadas, é o profissional que tem sensibilidade social. Mas é nesse âmbito que precisamos ter clareza de que Educador Social e Família possuem papéis diferentes de um modo geral, embora os dois tenham como finalidade em comum o dever de contribuir na educação das crianças e adolescentes."

 Sandra Ferreira
Pedagoga/Educadora Social

22/12/2016

 

0
0
0
s2sdefault

13ª Oficina para Inclusão Digital

Tiradas em SESC Iparana Fortaleza Na 13ª Oficina Nacional - Encontro de Telecentristas

É muito satisfatório participar de Oficinas de grande importância para a Comunidade, conhecer experiências diferenciadas, e descobrir várias pessoas talentosas nesse Brasil afora. Orgulho demais! Meu coração enche de alegria a cada encontro novas descobertas e sonhos realizados.

Abraços em todos e mais uma vez muita obrigada a Organização da Oficina por mais essa oportunidade de participação...

Bjosss! Att a 14ª Oficina!!!

Acompanhe no site Oid.org.br

Sandra Ferreira
Presidente da Estação Digital

19/12/2017

 

0
0
0
s2sdefault
Funciona assim, produtos oriundos de doações... vá conhecer, comprar, é tudo baratinho... e leva algo que vc não usa (roupa, sapato) e doa (se quiser)  a renda é revestida ( pagar despesas como água, luz, consertos, etc).
Tudo em prol das crianças e jovens da Estação Digital .

(Faça valer o que você tem encostado)
Listagem de Colaboradores e Doadores:
Carlos Elias, que não mede esforços de pedir doações, buscar e promover o bazar, Rita Gomes (Ritinha professora), Sandra Ferreira, Guilherme Ferreira, Fernanda Pereira do Conselho Tutelar, Cristiane da caixa econômica, o prefeito Ronaldo Costa (contribuiu na busca de computadores no Banco do Brasil em Belo Horizonte, através do Ronildo da prefeitura,  bem como busca de kits (livros, papel de parede, folders, mouse pad e camisetas na ONG Programando o Futuro em Valparaíso de Goiás), aos moradores do bairro, pais e alunos, João Roberto do Posto Tapuia, Márcio sócio proprietário da Indanet, Alex da AFABB doou um filtro na opção água gelada/normal para a estação digital,  Pedro do Sindicato (vereador), Geovane da Loja, Gráfica Ágil, Vilma esposa do Kaká da auto escola, Eloísa do Pavilhão,
 
Por favor se faltar nomes de doadores de roupas, sapatos, etc, entre em contato através do e-mail eletrônico: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. que será inserido no site de divulgação. As ações precisam serem divulgadas com intuito de alcançar mais pessoas possíveis para abraçar a causa, e o reconhecimento de quem ajuda. A causa é nobre, pois, ajuda crianças e jovens no Ensino Informal do Telecentro Comunitário.
 
Padrinhos, mensalmente doa uma quantia: Ozanan (vereador), Elias (vereador),
 
No fim o grande doador/apoiador/patrocinador, que desde de 2007 não mediu esforços para doar diversos computadores para escolas e centros sociais do Município de Dores do Indaiá,  Ivam Coimbra - Analista do Desenvolvimento Sustentável do Banco do Brasil em Belo Horizonte, do Comitê Solidariedade e Cidadania dos Funcionários do Banco do Brasil de Minas Gerais.
 
Nossos Agradecimentos,
Estação Digital Residencial Santa Cruz
Escrito por Sandra Ferreira Gomes
Presidente da Estação Digital
Pedagoga/Educadora Social
Presidente do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente
 
Ninguém faz nada sozinho, no final somos construtores de um grande Projeto.
 
0
0
0
s2sdefault

artigo16 1A Estação Cultura Social e Inclusão Digital de Dores do Indaiá, entidade Privada e sem fins lucrativos, cujo objetivo é promover inclusão digital e internet gratuita para a comunidade, prestar serviços e atendimentos gratuitos na área social, educacional, cultural, saúde, ambiental, beneficente e profissionalizante a qualquer pessoa, sem preconceito de origem, raça, sexo, cor, idade, credo e religião, cujos associados são alunos/estudantes de escolas públicas municipais, privadas e estaduais, maiores e capazes e os menores desde que representados pelos pais, professores de um modo geral, representante de igreja, representante de centros de assistência social e pessoas da comunidade em geral, apresenta Boletim Informativo.

Resposta ao questionamento sobre Servidor Público fazer parte da Diretoria em OSCIP's, e as alterações do artigo;

 * A Lei de Fomento e Colaboração entrará em vigor dia 1º/01/2017 nos municípios.
Conforme o Estatuto Social da Estação Digital em seu  Artigo 2º é dever informar e  dinamizar a participação comunitária e a informação para ações políticas, fortalecendo a comunicação com governos locais em agilizando trâmites burocráticos.

Boa Leitura!

Sandra Ferreira Gomes
Presidente da Estação Digital
 
 
Joana Costa Moraes Rebelo Horta(SEDESE)
Para:sandraferreiragomesg@yahoo.com.br
CC:Alice Neto Ferreira de Almeida (SEDESE)
Nov 21 em 4:14 PM
 
Prezada Sandra, boa tarde!

     Tendo em vista os questionamentos exarados por V. Sa. acerca da aplicação da Lei 13.019/14, temos a esclarecer o que se segue:
     No que tange à participação de servidor público como diretor da OSCIP’s, ressalto que o parágrafo único do art. 4º, da Lei 9.790/99 que dispõe sobre a qualificação de pessoas jurídicas de direito privado, sem fins lucrativos, como Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público, institui e disciplina o Termo de Parceria, e dá outras providências; foi alterado pela Lei 13.019/14 passando a ter a seguinte redação:

Art. 4o Atendido o disposto no art. 3o, exige-se ainda, para qualificarem-se como Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público, que as pessoas jurídicas interessadas sejam regidas por estatutos cujas normas expressamente disponham sobre:
Parágrafo único. É permitida a participação de servidores públicos na composição de conselho ou diretoria de Organização da Sociedade Civil de Interesse Público. (Redação dada pela Lei nº 13.019, de 2014) (Vigência)
 
     Assim, a Lei 13.019/14 incluiu no dispositivo a possibilidade de participação de servidores públicos na Diretoria das OSCIP’s.
 
     Ademais, pela informação prestada de que sua entidade é Privada sem Fins Lucrativos, ressalta-se que a Lei 13019/14 se aplica às parcerias por ela celebradas. Portanto, ao celebrar parcerias com os entes federados, deverão ser observados e providenciados os documentos exigidos nos artigos 33 e 34 da Lei, de forma a regularizar/adequar para a celebração de futuras parcerias sem qualquer prejuízo.
 
     Estamos à disposição para quaisquer dúvidas que se fizerem necessárias.
 
          Atenciosamente,
 
0
0
0
s2sdefault

13ª Oficina para Inclusão Digital

 

         Sandra Ferreira foi uma das indicadas pela Fundação Banco do Brasil para participar da 11ª Oficina de Inclusão Digital e Participação Social em Porto Alegre/RS, entre 27 e 29 de novembro/2012 para representar Minas Gerais, e conseqüentemente Dores do Indaiá/MG no evento que teve somente duas representações por estado na categoria Educador, juntamente com representantes de outras estações digitais do país, Sandra ajudou a construir redes e pontes de inclusão digital em todo país, debateu políticas públicas de inclusão digital, diz que para conseguir alcançar os objetivos propostos é imprescindível ter um bom Plano de Ação em execução, onde o Educador Social precisa exercer suas atividades diárias com muita dedicação, criatividade e renovação, apresentar esse Plano para entidades e autoridades locais para busca de apoio.  Desse debate resultou em uma carta direcionada a Presidenta da República Dilma Rousseff. 

         A Oficina organizada historicamente por Entidades da Sociedade Civil em parceria com o Governo Federal, a cada ano em uma região diferente do país, um evento com convidados internacionais expondo experiências de outros países da América Latina sobre a temática do evento. Encontro com ativistas de iniciativas de inclusão digital; gestores públicos e privados, autoridades e legisladores; representantes da sociedade civil (ONGs, entidades e associações); professores da rede pública de ensino e estudantes.

          Uma das oficinas discutiu mobilidade, inclusão digital, cidadania, o uso de ferramentas tecnológicas que potencializam a participação social. Os participantes, em grande maioria professores da rede pública e outros profissionais da educação, vindos de vários lugares do Brasil, compartilharam experiências sobre o uso das Tecnologias na ESCOLA e levantaram uma série de críticas sobre como as políticas públicas de inclusão digital tem sido implementadas e debateram um PLANEJAMENTO ESTRUTURAL E PEDAGÓGICO, reivindicando a formação dos professores e profissionais do T.I para a manutenção dos equipamentos.

          Em 2013, devido o grande empenho dos trabalhos desenvolvidos e comprovados da professora Sandra Ferreira, a Organização da 12ª Oficina para Inclusão Digital e Participação Social a convidou novamente para participar desse grande evento que aconteceu nos dias 11 a 13 de dezembro no Hotel Nacional em Brasília/DF, um encontro de atores da Inclusão Digital e Participação Social do país. Sendo uma iniciativa de oito entidades da sociedade civil que promovem a Inclusão Digital, a Participação Social e o Software Livre. A democratização da produção de conteúdo foi um dos temas tratados na 12ª OID, como atividades práticas e construção de um estúdio de Web TV que cabe dentro de uma mochila, a criar uma rádio livre na web, debates e qualificações sobre temas como cinema digital, reciclagem de lixo eletrônico, domínio de softwares livres e também propostas desafiadoras como a inserção da robótica na educação, não como uma matéria isolada, mas como uma prática pedagógica para que o professor consiga desenvolver novas habilidades nos alunos, como resolver alguns problemas, e dificuldade de leitura".

Agora, em 2016 a 13ª Oficina de Inclusão Digital e Participação Social será em Fortaleza/Ceará, a proposta elaborada pela Sandra Ferreira foi aceita pela comissão de avaliação e se comprometendo com as atribuições de fazer relatório da participação e prestar contas do subsídio recebido pelo governo federal sob forma de tickts, nota fiscal ou assinatura de documento, a emissão do certificado de participação estará condicionado ao cumprimento desse termo. Foram selecionados 20 TELECENTRISTAS na região Sudeste do País, Sandra estará representando os Telecentros do Banco do Brasil de Minas Gerais. O Programa de Inclusão Digital vem contribuindo bastante com doações de computadores para as escolas municipais de Dores do Indaiá/MG.

 

Maiores informações no link:  http://oid.org.br/

0
0
0
s2sdefault

pc 28

A Estação Cultura Social e Inclusão Digital de Dores do Indaiá, entidade sem fins lucrativos, cujo objetivo é promover inclusão digital e internet gratuita para a comunidade, prestar serviços e atendimentos gratuitos na área social, educacional, cultural, saúde, ambiental, beneficente e profissionalizante a qualquer pessoa, sem preconceito de origem, raça, sexo, cor, idade, credo e religião, cujos associados são alunos/estudantes de escolas públicas municipais, privadas e estaduais, maiores e capazes e os menores desde que representados pelos pais, professores de um modo geral, representante de igreja, representante de centros de assistência social e pessoas da comunidade em geral, apresenta Boletim Informativo.

Prezados colaboradores do Ceas ,  segue uma pequena contribuição do nosso amigo Volney Araújo no paginas cidadãs.
abraços.


Sandra Ferreira

10/10/2016

 

"Prezado(a), bom dia.
 
Anexo a 28ª edição do “Páginas Cidadãs”. Este que é um Boletim Informativo de Assistência Social produzido pelo Instituto dos Missionários Sacramentinos de Nossa Senhora. O boletim tem a finalidade de levar conhecimento às entidades e aos usuários da assistência social.
Nesta edição a MATÉRIA ESPECIAL traz dados importantes sobre “A Contrapartida do Setor Filantrópico para o Brasil.” As informações são do Fórum Nacional das Instituições Filantrópicas (FONIF), que apontam o importante papel das entidades, colaborando de forma direta com a redução das desigualdades sociais no Brasil.
Leia e divulgue essas informações.
 
AINDA NESTA EDIÇÃO:

  • Suicídio precisa ser visto como uma questão de saúde pública
  • Prestação de contas APAE de Manhumirim-MG
  • Evento em UBA-MG promovido pelo Fórum Permanente de Entidades
  • A questão do orçamento da assistência social
  • Manifestação sobre o momento político
  • O trabalho infantil no Brasil
  • Censo SUAS 2016
  • Ciclo de palestras telepresenciais da SEDESE
  • Municípios podem usar recursos do FNAS para pagamento de profissionais do SUAS
  • Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil
     
    Boa leitura!"

Júlio César de Oliveira Brum
Coordenador de Projetos Sociais
Instituto dos Missionários Sacramentinos de Nossa Senhora